A etnografia no processo de interpretação da liderança e clima escolares em correlação com o Projecto Educativo de Escola

III Congresso Internacional sobre Etnografia

Julho de 2007. Cabeceiras de Basto.

Tema: Gestão, intervenção e acompanhamento nas instituições

Nuno Silva Fraga

Universidade da Madeira

Departamento de Ciências da Educação

Resumo

Ensaio Prospectivo

As dinâmicas da escola compreendidas no seu Projecto Educativo, figura impar das identidades plurais que endogenamente coabitam o espaço escolar, necessitam de uma abordagem que especificando a cultura organizacional, saiba descrever e interpretar o conjunto de interacções e situações que emanam das pessoas e daquele exacerbado clima.

Neste prisma, ganha força a problematização da Abordagem Etnográfica no entendimento dos processos de liderança e clima escolares.

A etnografia coloca em relevo os pressupostos e implicações de uma dimensão pessoal dinâmica em interacção com uma dimensão institucional e sócio-cultural avocando um novo olhar para o estudo da escola e das suas identidades plurais. Neste entendimento, a interpretação das lideranças e climas escolares transcendem a mera abordagem comportamental, assentando na necessidade de uma visão estratégica de investigação que apele às suas multifacetadas presenças, uma visão que no encadeamento deste ensaio, privilegia a etnografia na medida da proximidade ao contexto e da criação de canais saudáveis de comunicação.