Educação Comparada

O Sentido da Educação Comparada. [The meaning of Comparative Education] (by António Gomes Ferreira)

RESUMO – Enunciada nos princípios de Oitocentos por Marc-Antoine Jullien, a Educação Comparada só começou a ganhar dignidade académica no século XX. A expansão da Educação Comparada não ocorre sob o signo da uniformidade das abordagens. Mas se alguns têm visto nesta situação uma dificuldade de afirmação científica, preferimos compreendê-la como a resposta possível ao momento histórico que descobriu a incapacidade da ciência da explicação única em explicar a complexidade do mundo. Tendemos a considerar que uma abordagem sociodinâmica da Educação Comparada pode consumar uma síntese de contributos anteriores e dar sentido aos processos educacionais, elucidando, nomeadamente, sobre as relações espaciais, as interdependências com outros sectores da sociedade, a situação e as implicações da evolução histórica, as possibilidades e exigências tecnológicas, a dimensão da consciência e da mobilização ideológica, cruzando dados e metodologias no propósito de, por exemplo, localizar aspectos condicionantes ou determinantes, centros e periferias, fluxos de relações ou conflitos, homogeneidades ou heterogeneidades, permanências ou mudanças, protagonismos ou resistências na tentativa de saber as razões explícitas e as implícitas das políticas, a consistência das vontades, o alcance do realizado e o significado do não cumprido.

Descritores – Educação comparada; identidade; conceito.

ABSTRACT – Announced in the beginnings of the eighteen hundreds by Marc Antoine Julien, the comparative education only achieved academic status in the XX century. The expansion of Comparative Education does not occur under the sign of uniformity of approaches. But if some saw in this situation a difficulty of scientific affirmation, we prefer to understand it as the possible response in the historical moment that discovered the incapacity of science of unique explanation to explain the complexity of the world. We tend to consider that a socio-dynamic approach to Comparative Education can include a synthesis of the anterior position and give meaning to the educational processes, explaining , specially the spatial relations, the interdependence with other sectors of society, the situation and implications of historical evolution, the possibilities and demands of technology, the dimension of consciousness and ideological mobilization, crossing data and methodologies with the objective, for example to localize conditioning or determinant aspects, centers and periphery, flow of relations or conflicts, homogeneities or heterogeneities, permanence or change, protagonisms or resistances in the attempt to know the explicit or implicit reasons for policy, the consistence of the wills, the achievement of the accomplished and the meaning of the not done.

Key words – Comparative education; identity; concept.

Download: O sentido da Educação Comparada – António Gomes Ferreira

Buenos maestros, buenos alumnos. (OCDE)

Alejandro Gomez-Palma, analista de educación de la OCDE, habla sobre un nuevo estudio que propone modelos de evaluación de los docentes como herramienta para mejorar el rendimiento estudiantil.

Para mas información sobre este reporte, visite : http://www.oecd.org/edu/calidadeducativa

Fonte: OCDE TV

« Older Entries